Envelopes, benditos envelopes

Tava dificil de abrir, intende?

Tava difícil de abrir, intende?

Na noite de ontem, a Fifa promoveu em Zurique sua tradicional e óbvia entrega de prêmios para os destaques do futebol mundial em 2008. Em plena segunda-feira, creio eu, para não dividir a atenção com o entretenimento garantido da cerimônia do Golden Globe Awards realizada no dia anterior. Não sei, mas aposto que em uma das duas David Beckham foi.

Como esperado a jogadora Marta levou o seu terceiro prêmio na singela categoria de melhor jogadora do mundo. Em sua bruta feminilidade, ela até tentou forjar alguma modéstia, recebendo com humildade a honraria. Tentou chorar, os músculos que não permitiram. Se disse surpresa, mas a verdade é que ninguém jogou mais bola que a brasileira entre as mulheres em 2006, 2007 e 2008.

Cristiano Ronaldo, também levou o seu com alguma vantagem sobre os outros concorrentes, apresentado por um Pelé que em inglês é ainda mais engraçado. “The book is on the table, intende?”.

Eu ainda prefiro o Messi, mas não há como negar: quando se paga bem o português, ele joga muito. Basta ver sua temporada glorioso pelo Manchester United e sua pífia colaboração para a seleção patrícia. Seguro de si como é, tal mercenário inspira sempre mais inveja do que admiração. Cara chato, milionário e com gosto para carros. Como um Álvaro Garnero que possui talento para alguma coisa.

Mas apesar da simples continuidade natural da história em apontar os melhores, houve espaço para alguma emoção também. Quem assistiu ficou tenso com os envelopes que levavam os nomes. Dourados, os muito bem lacrados e nada práticos, tomaram segundos de sofrimento, como se algo estivesse errado. Pensei ali que um outro poderia ganhar. “Vai ver não é o Cristiano Ronaldo”, eu torcia calado. Era um rasga-rasga-essa-porra-não-quer abrir interminável, verdadeiro desespero. No fim a única coisa inesperada foi isso e a possível demissão de uma secretária com a saliva mais pegajosa que o normal.

Anúncios

Uma resposta to “Envelopes, benditos envelopes”

  1. Felipe Negri Says:

    Eu discordo totalmente dessa premiação pífia. Onde já se viu, alguém achar que joga mais que o Chelas! O Chelas sempre foi injustiçado nesse tipo de premiação, mas ele sempre será nossa principal referência futebolística, dentro e fora dos gramados… Chelas é Brasil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: