Gump 2 in Tender is the Night

Minha primeira impressão sobre “O Curioso Caso de Benjamin Button” foi de um filme impecável em todos os aspectos, interessante e divertido. Levantei da cadeira um fã da atuação da maquiagem de Brad Pitt. Mas conforme caminhava em direção a saída, não pude deixar de comentar a sensação de que já havia visto aquilo antes.

As palavras seguintes saíram com naturalidade: “Porra, até parece Forest Gump”. Eu sei que não fui único a pensar justamente nisso. Mas vou salientar algumas semelhanças.

1. Tanto Gump (Tom Hanks) quanto Button (Brad Pitt) são do sul dos EUA, tem sotaques parecidos e dizem “Mamaaa” do mesmo jeito anasalado;

2. Ambos possuem uma condição que limita seu relacionamento com outras pessoas, mas não os impede de desbravar o mundo e desenvolver seu potencial. Gump é deficiente mental, mas conhece alguns presidentes e John Lennon. Button tem setenta anos aos 17 e vive também a efervescência cultural de seu tempo;

3. Nos filmes, os dois tem dificuldade para caminhar. Gump usa muletas assim como Button e depois com um empurrão do destino deixam-nas de lado;

4. Nos filmes de David Fintcher e Ron Howard, os protagonistas passam parte de sua jornada em barcos: Gump pesca camarão e Button faz parte da tripulação de um rebocador.;

5. Os dois vivem guerras e perdem seus melhores amigos nelas. Gump perde Bubba (camarão com queijo, camarão no espeto, pastel de camarão) no Vietnam. Button perde o capitão do navio na Segunda Grande Guerra. Ambos aprendem algum significado de vida com seus amigos, como viver ao máximo e coisa do tipo.;

6. Gump e Button enriquecem rapidamente e com sorte de uma gente iluminada por Deus, de fato. Gump porque investiu o dinheiro do camarão numa tal de Apple – uma companhia que vende frutas, creio – e Button porque seu pai milionário reaparece e lhe deixa uma fábrica de botões (negócio atraente!);

7. Os pares românticos são conhecidos desde a infância pelos protagonistas dos filmes. Essas personagens são espirituosas, rebeldes e aventureiras, além de inspirarem as ditas ilíadas dos filmes.

The Curious Case of Forrest Gump

A diferença reside na qualidade do texto. Afinal “O Curioso Caso” vem de um conto de F. Scott Fitzgerald, tudo que cerca as personagens é um símbolo de ostentação, poder, luxo e acesso. Uma viagem a Paris é um pulinho para um americano rico e bonito. A essência de Fitzgerald, além de ter captado o zeitgeist de sua geração dourada, é de ter feito de sua obra um manual do estilo e do bom gosto. Por enquanto só li “Suave é a Noite” e “O Grande Gatsby”. Não tenho autoridade para falar muito mais que isso, mas o verão é longo e quente como em Cannes. Lendo, já me sinto um Dick Diver, elegante e charmoso, entre estrelas do cinema, casais ricos e pintores.

Anúncios

Tags: , ,

Uma resposta to “Gump 2 in Tender is the Night”

  1. Natália Says:

    Uma pena que o vídeo não aparece…mas seu comentário na saída do cinema foi sensacional! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: